Fisioterapia nos pacientes com câncer de mama

Captura_de_Tela_2017-01-19__s_21.59.01.png



No mundo ideal, a paciente diagnosticada com câncer de mama deve conhecer o fisioterapeuta especialista em oncologia antes da cirurgia. Neste momento ela deveria ser avaliada e receber orientações para o pós-operatório. Paciente orientada e educada é parte fundamental para o sucesso do tratamento.


Sabemos que nossa realidade é bastante diferente, infelizmente na maioria das vezes, recebemos os pacientes já com complicações instaladas. Leia mais...


O principal objetivo da atuação do fisioterapeuta é prevenir complicações e proporcionar o breve retorno às atividades funcionais da paciente, seja na vida diária, laboral ou no lazer.


Não apenas no pós-operatório, mas o fisioterapeuta deve atuar na presença de efeitos adversos do tratamento de quimioterapia, radioterapia e hormonioterapia.

Além disso, um seguimento faz-se necessário para acompanhar e prevenir possíveis complicações instaladas de forma mais tardia.


Se você já realizou o tratamento cirúrgico ou clínico e apresenta algum destes sinais e sintomas: dor, limitação do movimento do ombro, alteração de sensibilidade, sensação de peso e inchaço no braço, presença de cordão na axila, perda de força muscular e cicatriz aderida, você precisar visitar um fisioterapeuta especialista em oncologia.